sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Fofo é o escambau!

O telefone toca:

– Oi, Ju! E aí, como foi ontem com o Leo?
– Ai, amiga... foi super demais! A gente saiu pra jantar, depois fomos a uma mostra de cinema em sampa. De lá, seguimos para um café e ficamos lá até de manhãzinha. Adorei!
– Juraaaaaa? E aí, curtiu o Leo? Acho que vocês tem tudo a ver!
– Nossa, ele é um fofo!

[Trilha sonora dramática]

Reflitamos: Juliana passou horas observando o armário, escolhendo o modelito, se maquiando, imaginando como seria seu primeiro encontro com Leo. O moço chegou no horário, tocou a campainha, ela atendeu a porta – e os olhares se cruzaram pela primeira vez. Jantaram, se divertiram, Leo fez Juliana rir – “que cara engraçado!” – descobriram interesses em comum... Amanheceram juntos em um café. E após uma noite na companhia um do outro, após horas a fio de mútua avaliação e observações cuidadosas, tudo o que Juliana tem a dizer à sua fiel escudeira a respeito de Leo é que ele é “fofo”. Conclusão? Isso não pode ser bom. Ao menos para Leo, já que Juliana acaba de encontrar seu próprio representante heterossexual de “amigo gay”.

Pausa para o protesto das leitoras. Pronto? Prossigamos.

A verdade é que não há absolutamente nada de errado com o adjetivo “fofo”. Veja os ursinhos de pelúcia, por exemplo – são fofos. Todos os que não são mortos por dentro gostam de ursinhos de pelúcia. O mesmo raciocínio se aplica àquele seu primo/sobrinho de oito anos, gordinho, espivetado e que usa um óculos fundo-de-garrafa: Ele também é fofíssimo. E provavelmente não há nada mais fofo no mundo conhecido do que um filhote de quase qualquer bicho. Ursos de pelúcia, sobrinhos gordinhos e filhotes – todos visões materializadas da fofura. O problema é que ninguém, em sã consciência, teria tesão em nenhuma dessas simpáticas criaturas [ou ao menos prefiro imaginar que não].

Quando um homem sai com uma moça – pasmem! – ele está repleto de segundas intenções. Ele pode ser um gentleman, pode ser tímido, pode ser virgem – mas invariavelmente, e por uma questão absolutamente instintiva, o que cada uma de nossas moleculazinhas de testosterona espera é que despertemos interesse sexual em nossa contraparte. E eu não estou dizendo que todo homem que sai com você, inocente rapariga, quer te comer de cara [mas também não estou dizendo que não quer]. Só estou esclarecendo que todos nós, absolutamente todos, sentimos uma inevitável invejinha daquele limpador de piscina latino, moreno e alto, que sempre aparece sem camisa exibindo seu abdomem definido nas telas de cinema – e que nenhuma de vocês nunca chama de "fofo". E tal invejinha nos acomete toda vez que as moças que nos acompanham suspiram por ele, ou quando notamos seus olhinhos brilharem pelo mentecapto. Por outro lado, quando um bebê fofinho aparece no comercial da Johnson & Johnson ou quando a leoa do zoológico municipal dá cria, nós não sentimos inveja alguma; nem mesmo quando vocês se derretem todas, tombam suas cabecinhas para o lado e pronunciam a onomatopéia mais classicamente feminina do mundo: “Óóóóóóóun...!”. Estão acompanhando? Limpador de piscina – “me-taca-na-parede-e-me-chama-de-lagartixa” – inveja. Bebê Johnson & Johnson – “ti-fofo!” – não inveja. É simples.

Particularmente, não conheço nenhum homem que ache digno ser considerado fofo por qualquer mulher. As mães/avós/tias são as exceções óbvias – mas apenas porque elas nos conheceram quando nossos pés cabiam na palma de suas mãos, e sempre nos verão imutavelmente como seres pequerruchos. O que eu estou tentando dizer, cara leitora, é algo que considero de fundamental importância  para a continuação da espécie: Toda vez que uma mulher sexualmente selecionável diz que um homem é fofo, uma centena de espermatozoides cometem suicídio coletivo.

E aí vêm os contra argumentos na seguinte linha: “Protesto, caro autor, protesto! Porcos tem um desempenho sexual invejável, experimentam orgasmos de meia hora e são fofos. Coelhos passam metade da vida fazendo sexo e são fofos. Você não sabe de nada!”. Tudo isso aí é verdade, mas eu rebato: Você não transa com porcos ou coelhos, transa? Sai pra jantar, fica esperando uma ligação no dia seguinte, suspira sozinha pelos cantos enquanto pensa neles... suspira? Não. Assim, me recuso a aceitar argumentos dessa espécie. A menos, é claro, que venham de porquinhas ou coelhas. Aliás, me arrisco a dizer que o desempenho dos porcos e coelhos só é tão invejável porque as porcas e coelhas não acham seus parceiros fofos. Tenho quase certeza.

Por isso, gostaria de iniciar aqui um movimento masculino anti-fofura. Já precisamos conviver com a idéia que vocês fazem de que “engraçado/bacana/legal/joinha/simpático” são elogios dignos e másculos – não são. “Atraente/charmoso/envolvente/cativante/inteligente/brilhante/gostoso/delícia” – estes são alguns dos adjetivos que provocam sentimento de dever cumprido em cada um dos nossos cromossomos Y. Mas se você PRECISA de um namorado fofo, não pode viver sem um, não tem problema – desde que você não o defina assim na frente dele ou para suas amigas. Melhor: Disfarce a alcunha em algo mais selvagem, sei lá... diga que é um troglo-fofo ou um fofo-sapiens. Talvez assim a gente se distraia com nossa própria imagem – ainda que falsa – de bárbaro com tacape e esqueçamos o sentimento de castração típico que acompanha cada “seu fofo!” que recebemos de vocês. Fica a dica.


[Pauta sugerida por Rozeli Mesquita (@RozeliMesquit)]

23 comentários:

  1. Como sempre ... MUITO BOM !!!!
    Adorei seu texto e cara, com certeza não chamo mais os homens de fofos... só os que merecem ser chamados !
    Adorei isso: "Toda vez que uma mulher sexualmente selecionável diz que um homem é fofo, uma centena de espermatozoides cometem suicídio coletivo."
    Escreve mais que em breve teremos um livro !
    Bjs pro escritor “Atraente/charmoso/envolvente/cativante/inteligente/brilhante/gostoso/delícia” =o)
    Adorei !

    ResponderExcluir
  2. Pergunta: quantas pessoas você acha que te chamarão de fofo nos comentários??? :-P

    ResponderExcluir
  3. Sen-sen-sen-sensacional!

    Pra variar o texto está brilhante, e eu faço um adendo: "Fofo" é o amaciante do urso que dá medo, "Fofa" é vocativo pronunciado por mulé falsa, portanto... juntemos essas sílabas só pra falar com bebês. Assino embaixo, Sr. Paciêncio. :)

    PS: Eu era uma criança gorduchinha, de óculos, bota ortopédica e aparelho dentário. Era fofa. Agora, sou só traumatizada.

    Beijo grande,

    @karilima do @mulherices
    http://www.mulherices.com.br
    Porque Meiga é a Hello Kitty!

    ResponderExcluir
  4. O conhecimento passado por este texto é de fato vital para a continuação da espécie... Eu acho.
    E eu o passaria adiante para minhas amigas que utilizam essa alcunha para designar seu "machinho". Infelizmente, não poderei levar a diante tal informaçã, porque minhas amigas que fazem óuuum e chamam homens de fofos sumiram depois que começaram a namorar.
    Isto mesmo - embora pareça lógico que homens não gostem de apelidos meigos, de mulheres dependentes, mimadas ou excessivamente rosas - são exatamente essas amigas que desencalham. E, nós, que nos recusamos a ceder a essa ternura elevada a décima potencia e seguimos uma imensa gama de conselhos masculinos, estamos sozinhas.

    Logo, após essa confusa reflexão - concluo. Os homens adoram ser chamados de fofos no público e de xuxuzinho no particular. Acho que o comportamento deixa a parceira mais feminina nos olhos dos raparigos. Só pode.

    Beijos - ameio o texto e concordo com cada vírgula (E por isso estou e devo permanecer encalhada)

    Lílian Buzzetto

    ResponderExcluir
  5. Pergunta: quantas pessoas você acha que te chamarão de fofo nos comentários???

    Só as que não tiverem (ou não podem)ter interesse em te levar p/ cama né fofo?Nunca chamei um homem sexualmente atraente de fofo.Só aqueles que são uma fofura de guti guti que dá vontade de apertar as bochechas.

    Eva_Hewson

    ResponderExcluir
  6. Own, seu FOFO!

    ass.: sem graça e previsível

    ResponderExcluir
  7. Hahahahaha, realmente fofo é ridículo, e te chamo de fofo pra te provocar, vc sabe.
    E lá eu quero saber de algum fofo? Quero um gostoso-delícia na minha cama!!!

    Beijão, Edilene
    http://devaneiopulsante.blogspot.com
    www.papodequinta.com

    P.S.: a própósito, detesto bichinhos de pelúcia e nunca tive nenhum.

    ResponderExcluir
  8. Fabio, adorei seu texto. Por tantas vezes te chamei de fofo (e sem intenção em te levar pra cama, rsss). Era pra te zuar mesmo. Mas digo sem medo de represalias : Voce é muito "fofo". Agora, mais do que nunca, voce será o amigo mais "fofo" que eu tenho e ó, sinta-se privilegiado por ser tão fofo(acho que te irritei por inumeras vezes agora).

    E deixo uma pergunta : Tem como não amar um amigo tão fofo assim?

    Obrigada por atender ao meu pedido com o texto sobre o tema.

    Rozeli Mesquita - @rozelimesquit

    ResponderExcluir
  9. Parabéns muito bom ... movimento masculino anti-fofura ? levanto essa bandeira também o/ ... Nada pior do que ser chamado de fofo ...
    abraço Fabio !!!!

    ResponderExcluir
  10. Não é uma denominação que eu use,mas fofo não é tão ruim e pode ser incluído nas qualidades de um homem gostoso/desejável sim,tipo:As vezes ele é um fofo,ou ele foi tão fofo depois (quando acordou e fez café ou telefonou no dia seguinte ou insira aqui o que achar fofo).Implicância sua :) Ta,descrever um homem como fofo no primeiro encontro aí é a derrota mesmo,hihihi.

    ResponderExcluir
  11. Já te disse que você é um fofo? hahahahaha. Não podia perder a chance né?
    Na verdade, fofo não combina em nada com você (não mesmo). Triglo-fofo e Fofo-Sapiens é bem mai a sua cara, mas melhor que isso seria Ogro-Fofo.
    Esse foi um dos seus melhores textos... Parabéns!!!
    Concordo e muito com ele, faz muito sentido.
    Não conheço nenhuma espécie humana do sexo masculino que goste, ache bonito, legal, fofo (rsrs) ser chamado de Fofo.

    ResponderExcluir
  12. KKKKKkkkk,só você Fá.....
    Texto show,pior que as vezes fazemos isso,não...defeitinho genético..rsrs
    Beijos to com saudades

    ResponderExcluir
  13. Well well well...
    Eu sempre achei que fofo, mais do que um ursinho gostosinho, é uma palavra breguérrima.
    Fofa, pra mim é sinônimo de gordinha bonitinha, o que me ofende terrivelmente, mesmo eu sendo uma gordinha até que bem bonitinha. Ou seja: Fofa my ass!! (embora este também, muito provavelmente, possa ser considerado fofo)

    "Fofo" para definir um homem? Inadmissível! Homem que é homem não é fofo. Fofo é gordo, e gordo brega, ou simplesmente alguém com menos de 1,50m - o que me faria achar estranho, bizarro, feio pra burro... e não fofo.

    Sou totalmente a favor do seu movimento. Levantarei a bandeira junto com você e acho que poderíamos lançar um movimento anti-fofice feminina também, porque essa coisa cuti-cuti fica muito ridícula depois dos 13 anos. Agora só falta fazer coraçãozinho com a mão e abrir um flogão. Eca! Mulher que é mulher pisa firme e fala grosso!

    (super obrigada pela citação de troglo-fofo e fofo-sapiens - termos inventados por uma bicha bêbada, lá no Caixa Preta)

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Fofo hoje, José amanhã. Infelizmente...

    ResponderExcluir
  15. Ri alto! Muito bom o texto. Mercedes me indicou e vejo que vc também teve suas letras contaminadas pelos excelentes textos dela. Parabéns pelo blog e genial a foto ein!

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Eu discordo em parte. Vejo uma explicação clara para o fenônemo em questão. As mulheres descrevem o respectivo como "fofo" para eliminar a concorrência em potencial que rapidamente surge se elas o caracterizarem como uma "feroz máquina de sexo". A explicação pode não ser perfeita, mas é ao menos compatível com esse estereótipo competitivo da mulher moderna.

    Posso reclamar de algo em paralelo? Não me acusem de gabarola, mas quando se é CDF por boa parte da vida, não há nada pior que ver a respectiva elogiar exclusivamente a sua inteligência...

    ResponderExcluir
  18. Sou a favorzasso desse movimento aí anti-fofura.

    Vivo dizendo isso também

    - Fofo é pra definir o tipo de cara que a mulherada trata feito aquele ursinho de pelúcia que ela deixa largado jogado em algum canto empoeirado do quarto, que elas não sentem a mínima vontade de transar e que, quando ela precisa, tá sempre lá, a dispoção, esperando(bem bonzinho) para se sentir amado.

    Boa Fábio! Fofo é o escambau... uhauahuahuahha

    abraço!
    Solteiro
    (http://solteirices.wordpress.com/)

    ResponderExcluir
  19. Só eu discordo disso?

    Fabio, quando você sai com uma mulher, quem você quer agradar? A você ou a ela?

    Se for a você, acho que você tem todo o direito de não querer ser considerado fofo. Mas eu diria que pra mim, e pra algumas minhas que partilham do mesmo pensamento, ser fofo é primordial pra que você se sinta atraída.

    Homem escroto, inseguro, seco, quieto NÃO ATRAI.

    Claro que a gente baba pelo latino bonitão... não somos de ferro. Mas é fato: quem é visual é o HOMEM, não a mulher. A mulher precisa de outros tipos de estímulos para se envolver. Isso é comprovado e amplamente estudado...

    Eu acho que achar fofo é o início. Já me peguei muiiiiito atraída por caras que inicialmente eram apenas "fofos". Porque se o cara for carrancudo, um grosso, que se acha, metido a gostosão, embora muitas gostem... conheço muitas que pulam fora! Simples assim...

    Quer um exemplo de fofura? Em vez de "fofo é o caralho", que seria o "comum" para um homem, você disse "fofo é o escambau". Você foi sutil, justamente porque esse texto seria direcionado a mulheres... E a fofura muitas vezes é isso: educação, delicadeza para com a mulher. Afinal é com ela que você vai sair.

    Entendo todas as implicações masculinas e as necessidades que os homens têm de se sentirem machões. E não estou tirando isso! Mas acho que tudo tem que ser dosado. Todo homem tem que ter seu lado bad boy e seu lado fofo. No fundo é isso que toda mulher quer...

    Bjs!

    Nat

    ResponderExcluir
  20. Concordo com Diego Aranha e por isso odeio mulheres [risos].
    Nenhuma mulher quer uma concorrente, pois é só elogiar um cara para uma outra mulher que já desperta interesse na fulaninha em conhecer o macho também... Então entenda o 'fofo' como uma defesa, ela só está querendo proteger o que poderá 'ser dela' neh ;) [risos]

    Seu texto é demais, dei boas risadas!
    Excelente! XD
    Beijo

    ResponderExcluir
  21. 21 comentários... Porra, Fábio! E agora, Fábio???!

    Que me sobra? Dizer que é tudo uma questão de interpretação? Logo a vc? O Rei da palavra!

    Concordo com um comentário aí, e acrescento!... eu não sou mulher de malandro!!! Já passei da fase de acreditar que eu ia ser a tal, que ia mudar o cafajeste... e transformá-lo num príncipe! Carochinha, né?!

    É lindo de morrer, ver aquele homão, musculoso, cheirando a cavalo, nos jogando contra a parede, sabe o conceito da conquista? Pois é... Puro prazer!

    Mas a verdade é outra... O bom mesmo é ser bem tratada, ser bem seduzida, ser galanteada, e muito, muito 'mimada' por um homem gostoso e sensível... inteligente... logo especial!

    O que muitas mulheres, nos seus #mimimis chamam de fofos! : p

    ResponderExcluir
  22. "Toda vez que uma mulher sexualmente selecionável diz que um homem é fofo, uma centena de espermatozoides cometem suicídio coletivo."
    Adorei essa kkkkkkk... O fofo não pode nem ser considerado "charmoso" (o feio que agrada). Ser chamado de fofo/a é como ser considerado/a simpático/a e inteligente ao invés de bonito/a e gostoso/a! Tô com vc e não abro! Ser fofo não tá com nada rsss... Excelente post! beijos!!!

    ResponderExcluir